Radar Parlamentar

23
set

Elasticsearch no Radar Parlamentar: filtrando votações por palavras-chaves

Radar Parlamentar e ElasticSearchO Radar Parlamentar mostra a conjuntura de uma casa legislativa considerando um certo conjunto de votações realizadas nessa casa. Uma das principais maneiras de selecionar esse conjunto de votações é determinar o período. Exemplo: quero analisar o posicionamento dos parlamentares considerando o ano de 2014. Outra abordagem complementar é por tema: quando o assunto é "meio ambiente", por exemplo, será que as proximidades entre parlamentares se alteram muito em relação ao quadro original que considera todas as votações do período? Para possibilitar tal análise, o Radar possui uma funcionalidade de filtro de palavras-chaves. O usuário pode entrar com palavras como “ambiente, verde” e ver o que acontece.

Português, Brasil
14
fev

A qualidade das análises PCA dependem da quantidade de votações analisadas?

CircleEm nossa lista de discussão sobre o Radar Parlamentar, recentemente surgiu o questionamento seguinte: "Sabemos que quanto mais votações analisadas em um período, maior será a qualidade da análise para aquele período. No entanto, existe algum mínimo de votações para determinar uma qualidade mínima? isso depende do número de partidos ou de parlamentares no nosso caso?", e também "De fato, acho que temos que estabelecer um parâmetro mínimo de qualidade dessa informação. E faz sentido que seja relacionado ao número de parlamentares e também ao número de partidos. Mas... como fazer?". Este artigo busca esclarecer alguns pontos relacionados à "qualidade" das análises.

Português, Brasil

Rede social de vereadores baseada no Facebook ganha concurso em SP

Site exibe linha do tempo com as últimas ações dos políticos.
Projeto venceu competição da Câmara Municipal de São Paulo.

Do G1, em São Paulo

Português, Brasil

Radar Parlamentar permite acompanhamento popular dos políticos

Acesso livre

Um projeto em fase de desenvolvimento por um grupo de alunos da Escola Politécnica (Poli) da USP deverá facilitar o acesso e análise, por parte da população em geral, dos dados referentes às votações ocorridas entre os parlamentares brasileiros, seja em âmbito municipal ou federal.

O grupo, chamado de PoliGNU, tem por objetivo o desenvolvimento e divulgação da tecnologia e softwares livres para aproveitar ao máximo a sanção da Lei de Acesso à Informação.

Português, Brasil

Campanha "Voto Aberto: Eu Apoio!"

O PoliGNU lança a campanha "Voto Aberto: Eu Apoio!", em defesa do voto aberto nas casas legislativas, referente à PEC 349/2001 (Projeto de Emenda Constitucional) que está na Câmara dos Deputados e propõe a extinção do voto secreto nas casas legislativas.

Durante nosso trabalho no Radar Parlamentar percebemos que a grande maioria das votações não são abertas e, dessa forma, não temos como saber a posição de cada deputado/vereador/senador na maior parte das votações.

Para mais informações visite nosso site: http://radarparlamentar.polignu.org/sim-voto-aberto

Português, Brasil
7
jun

Radar Parlamentar na 1a Hackathon da Câmara Municipal de São Paulo

RADAR PARLAMENTAR

A disponibilização pela Câmara dos Deputados de dados abertos na internet sob a forma de webservices sobre as votações das proposições que ali tramitam inspirou o PoliGNU a vasculhar e analisar estes dados, criando o projeto CamaraWS no início de 2012. Com a entrada em vigor da Lei de Acesso a informações Púbicas recentemente, diversos órgãos públicos vêm disponibilizando seus dados como é o caso da Câmara Municipal de São Paulo (CMSP) e do Senado Federal . Devido à ampliação do escopo do projeto, o Camara WS foi rebatizado pela comunidade PoliGNU como Radar Parlamentar por meio de uma enquete.

HACKATHON DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO

A Câmara Municipal de São Paulo, em parceria com a W3C e a Open Knowledge Foundation Brasil, lançou em 12/maio/2012 sua 1ª Hackathon, uma maratona hacker que visa estimular a elaboração de aplicativos que facilitem a leitura e o entendimento de seus Dados Abertos.

VOTAÇÃO E RESULTADO

A votação popular foi um dos critérios de avaliação dos aplicativos dessa Hakathon já que é para o uso da população que os aplicativos foram desenvolvidos.

Conheça os aplicativos que concorreram em: http://desafiodadosabertos.org/aplicativos-e-votacao/

Em 06 de junho saiu o resultado oficial da competição no site da Câmara Municipal de São Paulo: o Radar Parlamentar ficou em 2º lugar!!!

PRÓXIMOS PASSOS

Não pararemos por aqui... pretendemos implementar novas funcionalidades em breve, tais como:

- filtro da análise gráfica por palavra-chave

- identificação (ao passar o mouse sobre a bolinha do partido) da quantidade de parlamentares, da dividão por gênero da bancada, da quantidade de secretarias/ministérios que ocupa

- identificação gráfica de quais partidos contam com Secretarias (no âmbito municipal) ou Ministérios (no âmbito nacional)

Você pensou em alguma outra possibilidade que gostaria de ver? Aceitamos sugestões e contribuições!

Português, Brasil

Câmara terá ‘Facebook’ de vereadores

FELIPE TAU

O “Facebook dos Vereadores”, aplicativo de computador que permite rastrear todas as votações e projetos de lei de parlamentares, foi o programa vencedor da 1.ª Maratona Hacker da Câmara Municipal de São Paulo. A ferramenta, cujo nome oficial é “Siga os Vereadores de São Paulo”, bateu oito concorrentes e foi escolhida ontem a vencedora da competição.

Português, Brasil

Confira os vencedores da Maratona Hackathon

Os desenvolvedores da equipe Chutaum foram os primeiros colocados da primeira Maratona Hacker da Câmara Municipal de São Paulo, a Hackathon, projeto que convidou os hackers a criarem aplicativos que facilitem a leitura e o entendimento dos dados disponibilizados no site da instituição para os cidadãos.

O projeto apresentado pela Chutaum, denominado “Siga os Vereadores de São Paulo”, cria uma plataforma de linha do tempo com as ações realizadas pelos atuais vereadores, possibilitando ainda que os usuários sigam os parlamentares.

Português, Brasil

Radar Parlamentar desenvolvido na Poli facilita acesso a dados de votações

Um projeto em fase de desenvolvimento por um grupo de alunos da Escola Politécnica (Poli) da USP deverá facilitar o acesso e análise, por parte da população em geral, dos dados referentes às votações ocorridas entre os parlamentares brasileiros, seja em âmbito municipal ou federal.

Isto porque o grupo, chamado de PoliGNU, que tem por objetivo o desenvolvimento e divulgação da tecnologia e softwares livres, pretende aproveitar ao máximo a sanção da Lei de Acesso à Informação (n° 12527, de 18/11/2011). A Lei estabelece a obrigação do Poder Público de disponibilizar informações internas de suas “casas” à sociedade, como por exemplo os detalhes das votações realizadas pelos parlamentares.

Português, Brasil

Radar Parlamentar desenvolvido na Poli facilita acesso a dados de votações

Um projeto em fase de desenvolvimento por um grupo de alunos da Escola Politécnica (Poli) da USP deverá facilitar o acesso e análise, por parte da população em geral, dos dados referentes às votações ocorridas entre os parlamentares brasileiros, seja em âmbito municipal ou federal.

Isto porque o grupo, chamado de PoliGNU, que tem por objetivo o desenvolvimento e divulgação da tecnologia e softwares livres, pretende aproveitar ao máximo a sanção da Lei de Acesso à Informação (n° 12527, de 18/11/2011). A Lei estabelece a obrigação do Poder Público de disponibilizar informações internas de suas “casas” à sociedade, como por exemplo os detalhes das votações realizadas pelos parlamentares.

Português, Brasil
Inscreva-se em RSS - Radar Parlamentar