camaraws

Rede social de vereadores baseada no Facebook ganha concurso em SP

Site exibe linha do tempo com as últimas ações dos políticos.
Projeto venceu competição da Câmara Municipal de São Paulo.

Do G1, em São Paulo

Português, Brasil

Campanha "Voto Aberto: Eu Apoio!"

O PoliGNU lança a campanha "Voto Aberto: Eu Apoio!", em defesa do voto aberto nas casas legislativas, referente à PEC 349/2001 (Projeto de Emenda Constitucional) que está na Câmara dos Deputados e propõe a extinção do voto secreto nas casas legislativas.

Durante nosso trabalho no Radar Parlamentar percebemos que a grande maioria das votações não são abertas e, dessa forma, não temos como saber a posição de cada deputado/vereador/senador na maior parte das votações.

Para mais informações visite nosso site: http://radarparlamentar.polignu.org/sim-voto-aberto

Português, Brasil

Câmara terá ‘Facebook’ de vereadores

FELIPE TAU

O “Facebook dos Vereadores”, aplicativo de computador que permite rastrear todas as votações e projetos de lei de parlamentares, foi o programa vencedor da 1.ª Maratona Hacker da Câmara Municipal de São Paulo. A ferramenta, cujo nome oficial é “Siga os Vereadores de São Paulo”, bateu oito concorrentes e foi escolhida ontem a vencedora da competição.

Português, Brasil

Confira os vencedores da Maratona Hackathon

Os desenvolvedores da equipe Chutaum foram os primeiros colocados da primeira Maratona Hacker da Câmara Municipal de São Paulo, a Hackathon, projeto que convidou os hackers a criarem aplicativos que facilitem a leitura e o entendimento dos dados disponibilizados no site da instituição para os cidadãos.

O projeto apresentado pela Chutaum, denominado “Siga os Vereadores de São Paulo”, cria uma plataforma de linha do tempo com as ações realizadas pelos atuais vereadores, possibilitando ainda que os usuários sigam os parlamentares.

Português, Brasil

Radar Parlamentar desenvolvido na Poli facilita acesso a dados de votações

Um projeto em fase de desenvolvimento por um grupo de alunos da Escola Politécnica (Poli) da USP deverá facilitar o acesso e análise, por parte da população em geral, dos dados referentes às votações ocorridas entre os parlamentares brasileiros, seja em âmbito municipal ou federal.

Isto porque o grupo, chamado de PoliGNU, que tem por objetivo o desenvolvimento e divulgação da tecnologia e softwares livres, pretende aproveitar ao máximo a sanção da Lei de Acesso à Informação (n° 12527, de 18/11/2011). A Lei estabelece a obrigação do Poder Público de disponibilizar informações internas de suas “casas” à sociedade, como por exemplo os detalhes das votações realizadas pelos parlamentares.

Português, Brasil

Radar Parlamentar desenvolvido na Poli facilita acesso a dados de votações

Um projeto em fase de desenvolvimento por um grupo de alunos da Escola Politécnica (Poli) da USP deverá facilitar o acesso e análise, por parte da população em geral, dos dados referentes às votações ocorridas entre os parlamentares brasileiros, seja em âmbito municipal ou federal.

Isto porque o grupo, chamado de PoliGNU, que tem por objetivo o desenvolvimento e divulgação da tecnologia e softwares livres, pretende aproveitar ao máximo a sanção da Lei de Acesso à Informação (n° 12527, de 18/11/2011). A Lei estabelece a obrigação do Poder Público de disponibilizar informações internas de suas “casas” à sociedade, como por exemplo os detalhes das votações realizadas pelos parlamentares.

Português, Brasil

Radar Parlamentar

O grupo de Estudos do Software Livre (PoliGNU) da Escola Politécnica (Poli) da USP está participando da 1a Hackathon da Câmara Municipal de São Paulo com o projeto Radar Parlamentar.

Parte do processo de premiação da Hackathon envolve uma eleição pública dos projetos. O Radar Parlamentar está disponível neste link. A página para votação é esta.

Português, Brasil
21
mai

O Basômetro do Estadão

O que é

O Basômetro é uma ferramenta interativa que permite medir o apoio dos parlamentares ao governo e acompanhar como eles se posicionaram nas votações legislativas. Cada um é representado por uma bolinha com a cor do partido. Quanto mais próxima ela está do governo (no alto), maior é a taxa de governismo.

15
mai

Camaraws: Análise de Partidos na Câmara dos Deputados

A disponibilização pela Câmara dos Deputados de dados abertos na internet sobre as votações das proposições que ali tramitam inspirou Leonardo Leite a vasculhar e analisar estes dados, criando o projeto camaraws no início deste ano. Cinco meses depois, apresento neste terceiro post (veja o primeiro e o segundo) os últimos desenvolvimentos deste projeto, que ganhou uma certa popularidade, e está se transformando em uma ferramenta cada vez mais poderosa de análise.

Português, Brasil
13
fev

Análise gráfica das votações da câmara dos deputados

Em nosso primeiro post apresentamos uma comparação numérica entre a atuação dos partidos na câmara dos deputados baseada nas votações realizadas na câmara. Este primeiro post rendeu inclusive uma matéria no jornal A Gazeta do Povo, do Paraná. Neste novo post apresentaremos 1) uma nova análise realizada de forma gráfica; 2) uma correção do cálculo da semelhança, o que resultará em novos valores; e 3) a interpretação correta para os valores das semelhanças.

Português, Brasil
Inscreva-se em RSS - camaraws